Pixel Show 2017 – Palestra com Rogério Tessari

Rogério-Tessari-Pixel-Show

Rogério é o fundador e executivo principal da Tiny Software, desenvolvedora do Tiny ERP, criada em 2011. Projetou o Tiny movido pela vontade de construir um software que simplificasse a vida dos pequenos empresários. Formado em Ciência da Computação, especialista em sistemas para Internet e mestre em Administração de Empresas. É um apaixonado por tecnologia, design e ciclismo. Cuida da parte de inovação e usabilidade na Tiny.

“Como vender pela internet?”

O varejo não é mais como antigamente. Hoje, grande parte das pessoas prefere comprar pela internet do que visitar uma loja física para encontrar os produtos que precisa. O número de lojas que vende pela internet também aumenta a cada ano, apesar de muitos fecharem, devido a falta de planejamento.

“Criar uma operação para venda na Internet, nos dias de hoje, é relativamente rápido e barato. Se você já vende no mundo offline, a transição para o online não é tão difícil, mas é preciso prestar atenção em alguns pontos importantes, como a escolha da plataforma, meios de pagamento, marketing, tributos e legislação, backoffice, logística e frete” – Rogério.

Para que um e-commerce alcance o sucesso, é importante que siga algumas fases:

1 – Planejar
2 – Construir
3 – Operar
4 – Crescer

FASE 1 – PLANEJAR

Antes mesmo de começar a vender, é preciso fazer um planejamento. O que quero vender? Para quem quero vender? Quanto quero vender?

A concorrência entre as lojas virtuais é grande, e conseguem se destacar as que possuem um diferencial, seja ele atendimento, qualidade do serviço ou preço. Um conceito muito utilizado é o de cauda longa, em que é possível atingir um número maior de pessoas. Mas como isso funciona?

Imagine que você quer vender tênis. Ao vender tênis, o número de pessoas que vende produtos iguais é enorme. Ao ser mais específico, como tênis de corrida, o número de concorrentes será menor, enquanto poderá alcançar um maior número de consumidores interessados, visto que poderá refinar o público alvo. Quando vender tênis de corrida de uma marca específica, será ainda mais assertivo. É o que chamamos de nicho.

Os nichos servem para que uma loja consiga atender um determinado público ao invés de querer vender para todos. É uma estratégia que oferece excelentes resultados.

Pixel-Show-Tiny-Nicho

FASE 2 – CONSTRUIR

Nesta fase, é preciso escolher cada item indispensável para a construção de uma loja.

É preciso ter ferramentas de RETAGUARDA, para fazer todo o papel por trás das vitrines das lojas:

– O ERP auxilia no gerenciamento, como captura de pedidos, notas fiscais e despacho de mercadorias.
– O Hub é responsável por conectar o ERP a um marketplace.
– O antifraude é necessário para que você tenha a segurança na hora da venda.

Você também vai precisar de APOIO para conseguir efetuar as vendas:

– Segurança, para que os dados dos clientes sejam preservados.
– Possuir meios de pagamento, para que o cliente tenha opções na hora de efetivar a compra.
– Logística, pois precisa enviar os pedidos aos clientes após a confirmação do pagamento.
– Marketing e SEO para que sua empresa esteja bem posicionada em mecanismos de busca, desta forma o cliente encontrará sua loja com mais facilidade e como consequência as vendas aumentam.

E finalmente, sua LOJA precisa ser vista pelos clientes:

– O atendimento que oferece precisa ser excelente, para que os clientes estejam sempre satisfeitos.
– Escolha o marketplace que melhor se adapta às necessidades de sua empresa e faça a integração com o Hub e com o ERP.
– Escolha a plataforma que possui os recursos que necessita, que poderá trazer os resultados esperados e integre com o ERP.

Pixel-Show-Tiny-ERP

FASE 3 – OPERAR

Agora é a hora de colocar a mão na massa. Após ter cadastrado os produtos, meios de pagamento e logística em sua loja, é hora de ativar o site ou a loja em um marketplace.

Seu cliente vai encontrar o produto desejado, colocar no carrinho de compras e fornecer os dados de entrega e cobrança.

Mas, por trás da vitrine temos a retaguarda. Seu cliente estará navegando em um site seguro (SSL), o valor do frete será calculado de acordo com o endereço de entrega e os gateways de pagamento vão aprovar a compra. Após o ERP receber o pedido, serão geradas as notas fiscais e é preciso seguir com o processo de envio das mercadorias. Além disso, a loja precisa fazer toda a gestão de necessidades de compra conforme a demanda, comprar e dar entrada nos produtos e sempre atualizar os estoques nas plataformas.

Pixel-Show-Tiny

FASE 4 – CRESCER

Uma das forma de otimizar o crescimento de sua empresa, é ter um sistema que ajuda nas tarefas da rotina. O ERP tem funcionalidades que tornam o dia a dia mais práticos e eficientes. Veja alguns benefícios:

– Recebem automaticamente os pedidos que foram vendidos no marketplace ou na plataforma.
– Atualização automática de estoques, separação e expedição dos pedidos.
– Emissão automática das notas fiscais, o que otimiza o tempo.
– O código de rastreamento dos objetos é enviado diretamente para o cliente final.

Existem também diversas formas de envio das mercadorias, que você pode escolher conforme as necessidades de sua empresa:

– Tradicional: Em que a própria empresa prepara o despacho e a entrega das encomendas.
– Intermediário: A empresa emite as etiquetas com rastreamento e envia a lista de postagem (PLP) para a logística.
– Dropshipping: Quando a empresa não fica com o estoque dos produtos, é o próprio fornecedor que envia as mercadorias aos clientes.
– E-Fulfillment: Toda a operação de manuseio e envio é feito por um fornecedor externo.

Não esqueça do Marketing…

– Marketing de conteúdo: Conteúdo que tem por base educar ou informar os clientes.
– Mail Marketing: E-mail enviado para clientes ou possíveis clientes, a fim de entregar um conteúdo que seja relevante.
– Social Media: Promoção da marca ou produto oferecido, para que a mesma seja conhecida pelo público.
– Otimização de conversão (CRO): Para melhorar a taxa de compradores em relação aos visitantes.

Pixel-Show-Palestra-RogérioLoja virtual para os pequenos também

Ter uma loja virtual deixou de ser pertinente apenas para as grandes empresas. As pequenas estão cada vez mais ganhando espaço no mercado e se destacando entre as demais, principalmente pela criatividade e atendimento diferenciado.

Independente do tamanho de sua loja, lembramos que todo o planejamento deve ser feito com cautela, para que tudo aconteça conforme o planejado. Venda conforme a capacidade que sua empresa tem de fornecer um excelente serviço, para que os clientes tenham uma boa experiência e sempre voltem a comprar.

Boas vendas!

 

Sobre Daniela Borsoi

Estudante de Publicidade e Propaganda. Interesse em marketing de conteúdo e branding. Apaixonada por séries, filmes e uma boa música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s