Bem vindo ao blog do Tiny

Black Friday 2019: Como organizar sua empresa para ter sucesso nas vendas

Black Friday 2019: Como organizar sua empresa para ter sucesso nas vendas

03.10.2019 por Ismael Cazer em Black Friday

Você já está preparado para a Black Friday 2019? Sabia que um sistema ERP pode facilitar sua vida e te ajudar nessa data importante para o e-commerce.

A Black Friday é um momento importante para o e-commerce. É hora de pensar nas promoções e campanhas que serão realizadas para alavancar as vendas e ainda traçar as necessidades de compras.

E você já pensou nas promoções que irá fazer na Black Friday? Você já utiliza um sistema ERP para auxiliar no controle e organização de sua empresa? Continue lendo para conhecer 10 vantagens que sua empresa pode usufruir ao utilizar um sistema ERP para auxiliar no dia a dia e também para organizar sua Black Friday.

1 – Dados de clientes e vendas

Se você já usa um sistema ERP, então possui informações preciosas dos seus clientes, como e-mail, WhatsApp, produtos mais vendidos, etc. Seja criativo e utilize essas informações em seu favor. Você pode ser mais assertivo em suas promoções e campanhas de marketing ao utilizar dados que já tem conhecimento.

Sua base de informações permite utilizar dados, como os produtos e categorias que melhor performaram na Black Friday passada e formas de pagamento preferidas pelos clientes. Você ainda pode gerar relatórios de giro de estoque para identificar itens com estoque encalhado para facilitar na hora de criar promoções. Criar campanhas com base em dados estatísticos já existentes vão te permitir focar nos produtos e clientes corretos.

2 – Fidelização de clientes

A Black Friday é uma ótima oportunidade para utilizar os dados que você possui dos clientes e de suas compras efetuadas, para oferecer descontos exclusivos e produtos complementares aos que já foram adquiridos em suas lojas.

Você ainda pode criar grupos no WhatsApp, por exemplo, e oferecer links exclusivos com descontos maiores ou promoções antecipadas para estes clientes.

Também é importante criar listas de clientes diferentes, pois não é legal um cliente que comprou um produto há 15 dias receber uma notificação informando que o produto que havia comprado está com um desconto atrativo, sendo que ele havia pago o preço cheio.

3 – E-mail ainda vende muito.

Apesar do uso acelerado das redes sociais e aplicativos de troca de mensagens para fomentar vendas na Black Friday, o e-mail ainda é uma estratégias de marketing que vende muito. É uma forma de alcançar um público mais próximo de sua empresa, visto que através de vendas anteriores você já possui o contato.

Para criar e-mails que vendem, é preciso prestar atenção no assunto, que deve ser persuasivo, e ainda criar um conteúdo atraente, convidativo e direto. Uma outra dica para o uso deste canal é utilizar o gatilho da escassez, fazendo uma promoção por tempo limitado ou oferecendo descontos maiores para quem compra mais itens.

O e-mail é uma oportunidade para a recuperação de carrinho abandonado por exemplo. Envie um e-mail oferecendo um desconto a mais, ou alguma outra vantagem como itens complementares ou algum brinde exclusivo. Um produto enviado como brinde pode representar um menor custo do que oferecer um desconto, e ainda gera uma maior percepção de valor ganho para o cliente, visto que para o cliente o brinde tem o valor de venda. Seja ágil e criativo.

Você possui loja física? Aproveite para aumentar a proximidade com os clientes. Convide os que estão próximos para visitar a loja e já levar o produto no ato da compra, sem depender de entrega.

4 – Custos

Aqui está o pontos chave para o pulo do gato. Se você sabe quanto seu produto custa, você sabe o preço que ele pode ser vendido e o máximo de desconto que você pode oferecer.

Porém não se esqueça que o custo não é o preço que você paga para o seu fornecedor, então não se esqueça de levar em conta os impostos que serão pagos após a venda e possíveis comissões, sejam elas de gateways de pagamento ou marketplaces.

Outro custo que deve ser levado em consideração é o frete grátis, pois caso ofereça, o valor do frete fica por sua conta. De nada adianta vender bastante e ter prejuízo por um custo de venda mal elaborado.

Em questões de lucro, você pode conquistar um lucro mínimo ou até próximo de zero em determinados produtos. O que compensa nessa situação são a venda de produtos encalhados ou um novo cliente conquistado. Aliado a um bom trabalho de pós-venda, você verá os benefícios a médio e longo prazo.

5 – Atualização de preços

Utilizando um ERP, você tem acesso às informações de histórico de preços, bem como tabelas de preços e promoções já criadas. Isso pode dar insights de novas promoções, tendo uma boa base para criação de campanhas.

Se você possui um ERP preparado para o e-commerce, consegue criar todas as novas políticas de precificação e descontos diretamente no sistema. Com isso, pode enviar os novos preços diretamente para todas as suas lojas e marketplaces que estão integrados a seu ERP. Isso é uma verdadeira mão na roda.

Fica muito mais fácil atualizar os preços e descontos em um único local e depois enviar para os diversos canais de venda. Você consegue criar o famoso “de – por”.

6 – Segmentação de preços

Para quem vende produtos em múltiplos canais de venda, como loja física, loja virtual, marketplaces, WhatsApp, Instagram ou qualquer outro meio, é possível oferecer preços diferenciados para cada canal.

Uma dica é oferecer preços diferenciados em sua loja própria e em marketplaces, visto que na loja própria não existe uma comissão a ser paga, ou se existe costuma ser bem menor que a comissão dos marketplaces.

Preste atenção aos preços que você irá praticar, pois de nada adianta aumentar os preços semanas antes para depois vender com um pequeno desconto, criando o velho conhecido da Black Friday “pela metade do dobro”.

O consumidor está cada vez mais atento, portanto seja verdadeiro e jogue limpo, fazendo descontos verdadeiros e sendo transparente com o seu cliente.

7 – Estoque

Este é um dos pontos cruciais e mais sensíveis da Black Friday, seja por controle de estoques para não vender produtos que acabaram ou saber quanto estoque é preciso ter para suprir a demanda nesta data tão importante.

Você pode destinar itens e estoques diferentes para cada canal de venda, utilizando como base as informações que conseguir através do primeiro item deste artigo “Dados de clientes e vendas”. Determine a participação de cada um dos seus canais para poder distribuir o estoque adequadamente em cada canal.

Fazer essa distribuição de estoque utilizando depósitos específicos por canal minimiza a questão da ruptura de estoque. Deixar todo o estoque disponível em todos os canais pode ser perigoso se a empresa vender todos os itens e depois não ter produto para entregar

Lembre-se que as comissões em marketplaces são sobre as vendas, então mesmo não entregando a mercadoria você paga a comissão. Melhor deixar a questão do estoque bem organizada.

Mesmo você tendo estudado os dados e colocado o planejamento em prática, a performance de cada canal será uma incógnita. Sendo assim é necessário estar atento e, caso precise, mude a estratégia.

O monitoramento e a agilidade são chaves para garantir que tudo ocorre bem se tratando de estoque.

E ainda, para evitar estes problemas com estoque, o Tiny ERP disponibiliza funcionalidades como a reserva de estoques e o OMS, que recebe os pedidos automaticamente do e-commerce, auxiliando a evitar a venda de dois produtos ao mesmo tempo. 

8 – Controlar múltiplos canais de venda

O ERP permite que você monitore e receba as vendas praticamente em tempo real, sendo assim você conseguirá saber o que está sendo vendido e em quais canais de venda. Com estas informações, é possível avaliar as promoções para saber se estão tendo um bom resultado. Se for necessário, conseguirá mudar as campanhas em tempo real e realocar estoques.

Neste ponto, o monitoramento constante e a rápida tomada de decisão pode fazer com que você venda mais e tenha sucesso na Black Friday.

9 – Prepare a sua equipe e garanta a infraestrutura para receber seus clientes

Seja em loja física ou virtual, prepare sua equipe e garanta toda infraestrutura, tendo sempre planos de contingências para caso algo falhar.

O atendimento rápido e eficiente pode ser fator determinante para o sucesso de suas vendas durante a Black Friday. Atendentes bem instruídos e preparados podem proporcionar uma melhor experiência de compra ao cliente, podendo até aumentar o ticket de venda.

Faça uma análise detalhada de sua infraestrutura. Às vezes pode ser necessário um upgrade temporário de alguns recursos para comportar a demanda e é importante você oferecer um serviço excelente para o consumidor não comprar com seu concorrente.

Não faça o óbvio e simplesmente venda os produtos. Não seja mais do mesmo, mas sim proporcione uma boa experiência de compra ao seu cliente. Você não terá somente um cliente, terá um fã. Mesmo que ele não compre nada de você, a experiência terá valido a pena.

10 – Planejamento e execução.

Planejar e executar são as chaves para vocês alcançar suas metas nessa Black Friday. Por isso, defina metas, faça um bom planejamento e execute o que foi pensado de forma rápida e eficiente.

A Black Friday acontece no dia 29 de novembro de 2019, então você ainda tem tempo para pensar nas melhores estratégias para que a empresa possa vender mais e alcançar as metas traçadas. Organize-se e conte com o Tiny ERP para te ajudar a otimizar a rotina das vendas nesta e em outras datas.