Bem-vindo ao blog do Tiny

Como preparar a minha loja para a Black Friday 2020?

Como preparar a minha loja para a Black Friday 2020?

03.11.2020 por Laika em Black Friday

A Black Friday 2020 está chegando, e sua loja precisa estar preparada. Confira algumas dicas para deixar tudo organizado e funcionando.

A Black Friday 2020 promete ser um dos grandes períodos de vendas para o varejo, a exemplo do que aconteceu nos últimos anos. Tanto lojas físicas quanto virtuais precisam se preparar para essa data, para que seja possível vender muito e atingir os objetivos.

Depois de cumprir tarefas como a escolha dos produtos que serão anunciados com desconto, logística do frete e definição dos canais de venda, é o momento de focar em outras questões igualmente relevantes. Assim, você pode se destacar de seus concorrentes e conquistar a preferência de quem compra.

A seguir, veja como deixar tudo pronto para a data e ter uma Black Friday incrível.

O seu site requer atenção na Black Friday 2020

No caso do e-commerce, ter um bom site é um dos pontos essenciais para alcançar os resultados. Na Black Friday, isso é ainda mais importante, porque a competição pela atenção e pela decisão do público se torna maior. É por isso que um dos pontos principais envolve preparar o site para que ele entregue a performance esperada.

  1. Estabilidade do servidor: a sua página tem que ser capaz de suportar todos os acessos que receberá, já que muitos deles poderão ocorrer ao mesmo tempo. Então, é preciso que o servidor tenha a capacidade adequada para absorver esse grande fluxo de interessados;
  2. Velocidade de carregamento: não adianta o site estar disponível se ele demora demais para exibir ofertas ou finalizar um pedido. Além de estável, o endereço da sua loja virtual deve apresentar uma boa performance para que as pessoas possam comprar facilmente;
  3. Segurança de dados: Se os consumidores tiverem dúvidas sobre a proteção de suas informações, podem desistir da compra. Por isso, o ideal é contar com recursos como a criptografia de informações e os gateways de pagamento, que fazem o processamento de maneira protegida;
  4. Selos de segurança: estes também são bem-vindos. É comum que esse serviço faça uma varredura no endereço em busca de erros e falhas de segurança. Como o fluxo de visitas aumentará consideravelmente, essa barreira ajudará a evitar tentativas de fraudes e invasões.

Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a preocupação com a segurança deve ser reforçada. Afinal, um vazamento de informações pode resultar em multas mediante a aplicação da legislação e em problemas de confiança junto ao público.

Sendo assim, certifique-se que a plataforma utilizada segue as políticas de segurança, se ela mantém backups dos dados informados e ainda se utiliza técnicas para detectar intrusos. 

A experiência do usuário tem grande importância

Para aproveitar as oportunidades da Black Friday 2020, a sua loja também precisa se preocupar com a experiência de usuário. Isso se manifesta de duas formas principais.

Atendimento

Se alguém tiver dúvidas sobre um produto, por exemplo, o ideal é que receba atenção rápida, completa e personalizada por parte de um profissional da sua loja. Isso deve ocorrer de maneira consistente, mesmo com um grande volume de vendas. Então, é preciso dimensionar corretamente o time e delegar tarefas de acordo com a necessidade.

Também é recomendado capacitar a equipe de atendimento, especialmente para situações que envolvam problemas ou reclamações. Os clientes devem ser atendidos de forma prestativa, clara e eficaz. Assim, há uma melhoria sobre a percepção de marca e até na fidelização.

Canal de venda

A outra questão de experiência do usuário está ligada ao canal de vendas — especificamente, a loja virtual própria. No caso do e-commerce, como visto, é preciso que a página carregue rapidamente e seja segura.

Para melhorar a experiência, também é necessário contar com um layout interessante, intuitivo e fácil de navegar. Se houver algum problema com as categorias ou com a busca, por exemplo, é fundamental corrigir antes da Black Friday 2020.

Uma dica é conferir quais são as principais reclamações quanto ao uso ou as dificuldades que outros clientes já encontraram. Consertar esses pontos antes da sexta-feira de ofertas evitará a perda de muitas vendas.

Vale a pena pensar, ainda, em uma experiência omnichannel. Ao integrar vários canais de venda e de atendimento, sua loja oferece mais conveniência ao público. Assim, é possível obter a preferência de quem sai às compras na data.

As promoções certas podem ajudar nos resultados

O fato de essa data ser conhecida pelos descontos faz com que diversos concorrentes apresentem ofertas para convencer o público. Em vez de competir pelo preço, você pode preparar promoções que ajudem a melhorar outros resultados, como o ticket médio.

Uma possibilidade envolve oferecer fretes grátis para compras acima de determinado valor. Ao estipular essa compra mínima, há como incrementar o seu faturamento. Também há outras modalidades, como “pague 3 e leve 4”, “compre 3 e leve a peça mais barata”, “receba cashback na próxima compra” e assim por diante.

Se você já tiver participado da Black Friday anteriormente, é possível avaliar o que teve melhor saída e quais foram as ações bem-sucedidas. Aproveite para conhecer os interesses e as necessidades dos clientes, pois isso ajuda a criar ofertas atraentes.

É importante entender o que faz sentido para o seu negócio e para o seu público, sem prejudicar as questões financeiras. Com os devidos cuidados, é viável agregar mais valor e aumentar o reconhecimento da sua loja junto ao público de interesse.

Conclusão

Preparar a sua loja para a Black Friday 2020 é essencial para se destacar dos concorrentes e conquistar mais vendas. No caso do e-commerce, é fundamental garantir a estabilidade e a segurança do site, pois isso transmite confiança e leva à decisão de compra.

Também é necessário dar atenção à experiência de usuário e à elaboração de promoções especiais, que vão além dos descontos tradicionais. Assim, a sua loja poderá conquistar os objetivos tão desejados.

Além disso, é preciso cuidar do backoffice de toda a operação, dos processos realizados na pré e no pós venda. Você pode contar com o uso de um ERP, que favorece a organização e a centralização de dados, facilitando a escolha de produtos para oferecer descontos, reunindo os pedidos de diversos canais de venda e emitindo as notas fiscais, por exemplo.

Tudo isso ajuda a garantir facilidade de controlar informações e tomar decisões. Também é possível automatizar tarefas e ter mais produtividade. Assim, a sua gestão é favorecida e o preparo para outras datas será ainda melhor.