Bem-vindo ao blog do Tiny

A evolução da Empório do Celular e seu crescimento com o Tiny

A evolução da Empório do Celular e seu crescimento com o Tiny

19.02.2021 por Daniela Borsoi em Cases de sucesso

Conheça a Empório do Celular, uma solução completa de reparos para dispositivos móveis, que utiliza o Tiny e sua API para organizar a rotina.

A Empório do Celular nasceu em 2014, fundada por Gustavo Lopes na cidade de São Paulo, com o objetivo de comercializar peças de smartphones na internet para todo o Brasil. Hoje, a Empório do Celular é uma solução completa de reparos para dispositivos móveis. 

Gustavo possui mais dois sócios Rafael Campos e Chang, 50 colaboradores e uma sede na China, para facilitar a importação de peças para smartphones. Possui ainda uma loja física em São Paulo, onde também realiza assistência técnica. 

Time da Empório do Celular
Gustavo é muito grato por tudo que conquistou junto ao seu time

A história da Empório e os bastidores da gestão você acompanha a seguir, a partir da conversa que tivemos com o Gustavo sobre seu negócio.  

Formalidade como diferencial desde o início da empresa

A empresa começou sem um investimento milionário ou uma grande estrutura. Era uma sala comercial de 25m², mas com muito aprendizado e vontade de realizar os sonhos que a empresa foi formada pouco a pouco. A trajetória foi de muito trabalho, de noites em claro, trabalhando em prol do crescimento do negócio. 

No início, a empresa vendia apenas acessórios no Mercado Livre, como capinhas para smartphones. Depois partiu para a venda de componentes para manutenção, como tela e bateria, expandindo as possibilidades de venda. Com a diversificação de produtos, a Empório se tornou referência para reparos de smartphones. 

Seu crescimento também se deve a profissionalização do segmento. Existem muitas empresas que oferecem produtos falsificados ou de forma informal, infelizmente. Mas foi mudando esse paradigma que a Empório do Celular ganhou mercado. Desde o início, a empresa é formalizada, importando legalmente os produtos e emitindo nota fiscal, trazendo transparência aos consumidores e saindo na frente da concorrência. 

Essa foi uma das dificuldades do início. Enquanto vendíamos uma peça a R$ 80,00, um concorrente vendia a R$ 50,00. Através de ferramentas de benchmark, a gente via que os outros faturavam muito mais. Chegamos a pensar se estávamos no caminho certo e se valia a pena toda a formalidade, sendo que o retorno não era o melhor. Mas continuamos dessa forma, pensando que em algum momento seríamos recompensados. Felizmente, a recompensa chegou, pois o mercado foi mudando. As pessoas estão em busca de melhor qualidade e segurança nos produtos e serviços.

Gustavo, da Empório do Celular

Ecossistema de vendas

A Empório do Celular tem como maior público o consumidor final. A empresa comercializa itens para que o cliente possa fazer a manutenção do seu próprio aparelho, ou então, levar a peça comprada até uma assistência local, tendo um melhor custo final no reparo por pagar apenas a mão de obra. “Acaba ficando muito mais barato levar a peça e pagar apenas pela assistência técnica. Assim, nós oferecemos poder ao consumidor“, destaca Gustavo. 

O canal de venda que mais traz resultados para a Empório do Celular é o Mercado Livre, onde a empresa tem uma loja oficial no marketplace. São utilizados recursos como Mercado Envios e Mercado Flex para os envios dos produtos, e com isso, muitas vezes os pedidos são entregues no mesmo dia. A empresa também anuncia os produtos no Olist, que possui espaço próprio dentro dos marketplaces, anunciando produtos com a força da marca Olist,  para alcançar diferentes consumidores. 

Outro canal de venda é a loja própria, um e-commerce criado através da plataforma Tray. No site estão descritos todos os serviços e produtos disponíveis, onde o cliente pode comprar os itens que tiver necessidade. 

A empresa também realiza vendas para outras empresas, atendendo pessoa jurídica ao vender produtos para franquias de conserto terceiras e assistências técnicas no país inteiro, para que possam realizar serviços de manutenção com produtos de qualidade. São atendidas desde pequenas até grandes empresas.

Otimizando as vendas da loja física com o PDV do Tiny

Para completar a estrutura, a empresa possui uma loja física, onde presta o serviço de manutenção e vende peças diretamente ao cliente. Todo o processo de manutenção é gravado e posteriormente enviado ao cliente, mostrando total transparência.

No início de 2021, a Empório começou a utilizar mais um recurso nativo no Tiny para otimizar as vendas físicas. “Colocamos em operação o PDV do Tiny no primeiro dia de fevereiro. Está funcionando de forma impecável e ajudou demais na operação da loja. Já utilizamos outros PDVs no passado e posso dizer que a simplicidade do PDV do Tiny é o que o torna tão potente. Fácil e ágil para realizar uma venda e posteriormente gerar a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e)”, revela.  

Os produtos são incluídos nas vendas através de código de barras, o que facilita o processo e evita erros no estoque. Também é feito o controle financeiro a partir do PDV. “Ao lançar contas, temos uma rotina de pegar os comprovantes de pagamento e passar ao financeiro para conferência manual. Com isso, trouxemos escala e segurança para nossa loja física”, ressalta.

Da mesma forma que ocorre no e-commerce, ao vender as peças para reparo na loja física, a Empório envia junto as ferramentas necessárias para fazer a manutenção e um manual para que o cliente possa seguir o passo a passo. 

Hoje, a empresa chega a vender 30 mil peças por mês. Todas elas são testadas, ou seja, antes das peças serem vendidas, passam por critérios de qualidade. E como isso acontece? A tela de um celular é colocada em um celular de testes para verificar se está funcionando. “O custo desse diferencial é alto, mas dessa forma, sabemos que estamos entregando a melhor qualidade aos clientes”, afirma. Felizmente, devido a quantidade vendida, o Gustavo consegue ter o melhor preço do mercado. 

Utilizando o Tiny com recursos nativos e API

A Empório do Celular utiliza o Tiny ERP para otimizar sua rotina desde 2016. Com a operação ficando maior e mais robusta, Gustavo explica que antes de conhecer as vantagens da API aberta do Tiny, cogitaram a troca de sistema. Mas logo foram convencidos a permanecer com o ERP. 

Utilizando a API do Tiny com um profissional desenvolvedor particular, foi possível desenvolver integrações que não são disponibilizadas de forma nativa, além de funcionalidades específicas da operação da empresa. “Somando, temos em torno de 100 integrações desenvolvidas através da API. O Tiny é nosso banco de dados confiável, que quando precisamos de ajuda está sempre disponível, com uma infraestrutura excelente que nunca nos deixou na mão”, conta Gustavo.

Para otimizar a gestão das vendas, Gustavo utiliza o PDV na loja física e também conectou diversas contas do Mercado Livre, Amazon, o Olist, sua loja online criada através da Tray, além de  outros marketplaces que têm um menor fluxo de vendas, centralizando tudo em um único lugar. Dessa forma, os produtos cadastrados no Tiny podem ser enviados para todos os canais integrados de forma fácil, assim como o gerenciamento e controle de estoques que é facilitado.

Com a ideia de tornar o fluxo de pedidos ainda mais prático no dia a dia, a empresa utiliza o OMS, que é um orquestrador de pedidos. Com ele, os pedidos são automaticamente importados no Tiny. Este processo já reserva os estoques, para que um produto não seja vendido mais de uma vez. Esse recurso é essencial, principalmente para momentos de alto fluxo de pedidos.

Com a experiência com o Tiny ao longo dos anos e as novidades lançadas mês a mês no ERP, foi possível identificar gargalos na operação e em seguida encontrar caminhos para automatizar processos e reduzir erros. Por exemplo, um dos problemas que a Empório enfrentou foi o envio de produtos errados aos clientes. Foi necessário analisar para ver onde o processo poderia melhorar, utilizando os recursos do Tiny e a API. 

Para fazer o envio correto dos produtos para todo o Brasil, a Empório optou por desenvolver seu próprio módulo através da API do Tiny, a fim de atender as necessidades específicas do negócio e ajustar o processo de expedição interno. “Criamos um WMS para processar os pedidos na expedição sendo integrado diretamente com a API de Pedidos de Venda, Notas Fiscais e Expedição”, explica Gustavo.

Como solução decidiram trabalhar com a expedição do Tiny da seguinte forma:

  1. São impressos 50 pedidos recebidos pelo Tiny;
  2. É feita a impressão da separação destes 50 pedidos;
  3. A equipe de separação coloca em uma caixa todos os produtos que correspondem aos pedidos;
  4. Os produtos separados são encaminhados para os responsáveis pela expedição. Eram 10 pessoas e a empresa conseguiu reduzir para 4 com esse novo sistema, podendo utilizar os recursos humanos em outras áreas;
  5. Com uso do leitor de código de barras, o funcionário consegue verificar se o produto separado está correto, a fim de evitar erros.

Após os produtos serem separados de acordo com seu pedido, fica disponível a emissão da nota fiscal no Tiny e a impressão da nota simplificada e da etiqueta de envio. A impressora térmica fica localizada ao lado do operador, para ter ainda mais agilidade.

Com a agilidade adquirida, foi possível duplicar a capacidade de envio de pedidos diária, mesmo reduzindo o número de pessoas no setor.  “Com a redução da equipe, ninguém foi desligado. Realocamos o time nos setores de estoque e qualidade, já que ambos estavam com uma carência gigantesca de pessoal, mas estávamos segurando contratações na época para não aumentar custos”, afirma. 

Mesmo com um backoffice personalizado, Gustavo não abre mão das novidades mensais lançadas no Tiny e destaca como é importante ter as necessidades da empresa atendidas a cada nova versão do Tiny.  “O dia mais esperado do mês é esse que sai atualizações. Gostamos muito de ser ouvidos pelo Canal de Ideias e vê-las acontecerem na prática algum tempo depois”, destaca. 

Os desafios do ano de 2020

O ano de 2020 foi, sem dúvida, desafiador. Muitas empresas precisaram se reinventar para que seus negócios permanecessem saudáveis, ou pelo menos, se mantendo vivos. Uma das empresas que superou esse ano foi a Empório do Celular.

Veja algumas estratégias utilizadas durante a pandemia do Coronavírus: 

“Nós estávamos com diversos planos para 2020, entre eles a expansão das vendas em marketplaces, a ampliação da loja física e o aumento do time de vendas corporativas. Mas com a pandemia, infelizmente nem todas as ideias puderam ser colocadas em prática e foram substituídas por outras ações.

Somos considerados categoria essencial, então não fomos obrigados a fechar na quarentena. Mesmo assim, ficamos em casa algumas semanas para proteger os funcionários. Aos poucos, utilizamos escalas de horários com apenas algumas pessoas na empresa para manter o negócio funcionando. O faturamento da loja física e do corporativo caíram e o que segurou a empresa foram as vendas online para o consumidor final, que cresceram nesse período. 

Nós já começamos 2020 enfrentando a pandemia. Temos um escritório da Empório do Celular na China para facilitar as negociações, já que nossos produtos são importados. Entre o final de dezembro e início de janeiro, toda a China estava fechada.

Inicialmente, nosso estoque não foi impactado porque sempre compramos em novembro para ter estoque suficiente até janeiro. Sabemos que o período é tradicionalmente mais complicado para as importações. Mas no decorrer de 2020, sentimos grande impacto pela falta de matéria-prima da China e pela inflação nos produtos.  

Coisas boas também aconteceram em 2020. Apostamos no atendimento remoto, profissionalizando duas pessoas da equipe para que pudessem oferecer suporte técnico para quem precisasse. Nós ligamos para os clientes, acompanhamos a instalação e ajudamos no que for preciso para que o cliente possa consertar seu próprio dispositivo móvel. Isso nos aproximou muito das pessoas ao longo do ano e é gratificante.

Também facilitamos os serviços de reparos na cidade de São Paulo. Um motoboy busca os dispositivos para assistência técnica na casa das pessoas e devolve em até 3 horas e meia. Ficamos felizes por ampliar a loja física, que era uma de nossas metas para o ano. Além dos reparos, agora temos estoque para comercializar peças, inclusive para lojistas. 

O maior aprendizado que levo de 2020 é valorizar o bem-estar de quem trabalha com a gente. Nesse período, vimos o quanto cada um se sacrificou para estar presente e colaborar com o negócio. Sou grato por esse ano, que em meio a uma pandemia precisamos contratar mais pessoas para a equipe e nos mantivemos estáveis e saudáveis.

Superar o ano de 2020 nos trouxe fortalecimento e estamos preparados para o que está por vir no próximo ano. Desejo muita saúde para que todos possam enfrentar sempre seus desafios. Vimos o quanto isso realmente importa.”

Recursos do Tiny e vantagens da API para uma gestão robusta

As integrações e funcionalidades disponibilizadas pelo Tiny permitem que a empresa otimize diversos processos e economize tempo. Mas em algumas situações, a demanda é muito específica, e por isso, personalizações podem ser feitas pela API aberta.

No caso da Empório do Celular, a empresa utilizou a API do Tiny para desenvolver diversas funcionalidades, mescladas com os recursos já oferecidos nativamente. A junção de ambos garantem a gestão eficiente e robusta buscada pelo Gustavo e seus sócios. 

Ficamos muito felizes em saber que pudemos contribuir para o sucesso da empresa e que venham muitos anos de parceria.