Bem-vindo ao blog do Tiny

AliExpress abre sua operação para vendedores brasileiros

AliExpress abre sua operação para vendedores brasileiros

16.07.2021 por Natália Zucchi em E-Commerce

A partir do dia 20 de julho, sellers locais poderão anunciar seus produtos no marketplace para o público nacional. O cadastro de vendedores já está aberto.

Há 11 anos os produtos chineses do AliExpress chegam para os consumidores brasileiros. Agora é a vez dos lojistas locais entrarem para o marketplace e venderem seus produtos para o público nacional. A partir do dia 20 de julho, o AliExpress abre sua operação para os novos vendedores, que poderão se beneficiar da relevância, estrutura tecnológica e grande público do marketplace para alcançar mais consumidores no Brasil.

Brasil entre os cinco maiores mercados consumidores

Fundado na China e controlado pelo Grupo Alibaba, o AliExpress é o maior marketplace cross border (site de compras internacionais) com 150 milhões de usuários ativos em mais de 220 países, com o Brasil entre os cinco maiores mercados consumidores fora da China.

Sem nicho, o Aliexpress comercializa os mais diversos produtos, desde os segmentos de moda, jóias, calçados e brinquedos a eletrônicos, eletrodomésticos e itens para casa, entre outras categorias.

Até então, os compradores podiam adquirir artigos somente de vendedores e fabricantes asiáticos, o que fez com que a companhia buscasse desenvolver parcerias e soluções logísticas para melhorar a experiência de entrega desses produtos em outros países. Foi o que aconteceu no Brasil nos últimos anos. O número de voos fretados de mercadorias da China para o Brasil foram aumentados com o objetivo de reduzir o prazo de entrega dos pedidos. Além disso, também foi criada a central de atendimento ao cliente em português e em maio deste ano, lançaram o Pechincha, recurso de social commerce dentro do aplicativo do AliExpress para impulsionar as vendas.

Expansão acelerada no país

Agora, com o objetivo da companhia em acelerar a expansão do AliExpress no Brasil, o comércio eletrônico poderá acontecer entre vendedores e moradores em território nacional.

Para quem deseja começar a vender no marketplace, o percentual de comissões cobrado é de 5% ou 8%, dependendo da categoria anunciada. Os vendedores poderão contar com as ações promocionais desenvolvidas pelo próprio marketplace para atrair os consumidores.

Para proporcionar uma melhor estrutura e base de operação aos vendedores, o marketplace oferece serviços financeiros pelo Alipay, além de serviço próprio de entrega em território nacional a partir da Cainiao Envio, com opções de frete grátis e outros benefícios. O marketplace também permite que os vendedores usem seus próprios meios de entrega. Em breve, novidades para a logística serão anunciadas.

Seleção para lojistas brasileiros

Ficou interessado em ampliar suas vendas e começar anunciar no AliExpress? O marketplace está com a seleção aberta para os lojistas brasileiros e você pode participar cadastrando a sua loja, seguindo o passo a passo.

Cadastre-se

O AliExpress informa que o cadastro de sellers com CNPJ está sendo aceito e MEI, EI e ME estão incluídos. No momento, o marketplace ainda não está aceitando empresas SA, mas a previsão é de que até o final de setembro também esteja disponível para cadastro.

A abertura do canal de venda também chega com parcerias do ecossistema de e-commerce, que vão ajudar os novos vendedores do AliExpress a darem os primeiros passos. Para cuidar da gestão, o Tiny ERP é o parceiro do AliExpress que vai ajudar os vendedores a organizar os bastidores da operação: estoque sempre atualizado, organização para o fluxo dos pedidos, emissão das notas fiscais de uma só vez, entre outras funcionalidades.

A integração entre Tiny e AliExpress foi lançada em versão BETA. Acompanhe aqui no blog e nas nossas redes sociais para ficar por dentro das novidades.