Bem-vindo ao blog do Tiny

Controle de estoques e sua importância em uma loja virtual

Controle de estoques e sua importância em uma loja virtual

11.04.2019 por Daniela Borsoi em E-Commerce

O controle de estoques de uma empresa é uma tarefa que exige organização e que é fundamental para que a empresa não tenha prejuízo.

Realizar um controle de estoque para loja é uma etapa fundamental na gestão, para que sejam apuradas as movimentações de mercadorias. Através deste monitoramento é possível saber as quantidades a serem compradas para suprir a demanda e também evita que a empresa mantenha uma quantidade desnecessária em estoque.

Com esta organização, a empresa tem informações precisas sobre as demandas do mercado e analisa eventuais discordâncias de estoque. Pode parecer óbvio, mas o controle preciso de estoques é uma dificuldade de diversas empresas, o que pode levar a problemas como quantidade exagerada de estoque sem movimentação ou falta dele para suprir necessidades.

As informações precisas sobre as quantidades de produtos também são importantes para evitar rupturas de estoque, o que acontece no momento em que há uma quantidade no estoque físico, porém outra quantidade está registrada em um sistema, por exemplo.

Por que manter o controle de estoques em uma empresa?

Controlar o estoque significa realizar a gestão de parte dos ativos. Além disso, é uma estratégia importante, pois, os produtos disponíveis dentro do estoque viabilizam a venda e faturamento da empresa. Este controle pode ser trabalhoso, mas com uma rotina implementada e com o software de gestão certo conseguirá manter os estoques em dia em diferentes pontos de distribuição.

Por meio de um estoque bem gerenciado, é possível extrair outras vantagens competitivas além do incremento de disponibilidade e aumento de faturamento. Analisar os concorrentes e sua disponibilidade para entrega imediata pode abrir uma boa oportunidade de diferenciação. 

Este pode ser o momento de sua empresa oferecer as mercadorias e garantir vendas. Verifique a demanda antes de comprar itens faltantes ou complementares ao seu portfólio para não investir em excesso nos produtos que não tem giro.

Outra razão para ter um controle eficiente, está no difícil trabalho de identificação de itens faltantes do seu inventário ou que estão em quantidades. Ambas situações podem acarretar em mal aproveitamento do setor de compras e até culminar em perda de vendas quando o potencial cliente não encontra a quantidade deseja ou quando sua loja não reflete exatamente a disponibilidade do seu estoque.

Quais são os tipos de estoque para e-commerce ?

Todo este cuidado com o estoque deve ser realizado tanto na lojas física quanto no e-commerce. Ao se tratar de lojas virtuais, podemos destacar três tipos de  estrutura de estoque que se adequam conforme o perfil de cada empresa.

Não existe uma estrutura absoluta para todas as empresas, mas sim o que estilos de gestão que se adaptam às necessidades daquela organização.

Controle de estoques de canetas coloridas
  • Estoque compartilhado

Esta situação se encaixa em empresas que possuem loja física e virtual, sendo que estas compartilham o mesmo estoque para venda. Esta modalidade funciona bem na otimização de espaço, pois o estoque é o mesmo para todas as lojas, trazendo economia de recursos.

Os que trabalham desta forma precisam de um sistema que gerencie os estoques de forma eficiente, para que o mesmo produto não seja vendido em mais de um lugar.

  • Estoque terceirizado

No e-commerce, também pode ser chamado de drop shipping, quando o próprio fornecedor envia a mercadoria para o consumidor ou cross docking, em que o fornecedor envia o produto para a loja conforme as vendas e ela se responsabiliza pela entrega dos produtos.

A vantagem mais clara é que não há necessidade de armazenar produtos, economizando recursos. Nestes casos, o lojista precisa confiar que o fornecedor enviará os produtos corretos e dentro do prazo para os consumidores.

  • Estoque descentralizado

Nesta modalidade, os estoques são mantidos em diferentes locais. Assim, conforme a localização do cliente que efetuou a compra, o ponto de distribuição mais próximo é acionado para envio dos produtos comprados.

Isso faz com que os custos de envio sejam menores e a entrega passa a ser mais rápida. Em contrapartida, o custo para manter diversos locais de armazenagem pode ser alto e o controle de estoques se torna mais trabalhoso.

Os estoques também podem ser categorizados conforme o tipo do produto, que pode ser uma mercadoria finalizada e pronta para ser vendida no varejo ou matéria-prima para produção.

  • Estoque de varejo

Empresas comerciais utilizam o estoque de varejo, vendendo produtos próprios ou fabricados por terceiros. Neste caso, o controle se torna importante para medir o desempenho do comércio. Um produto que está no estoque há muito tempo, pode ser considerado um mau sinal, significar uma baixa demanda por um produto ou estoque exagerado.

Nessa situação, é bem comum empresas realizarem promoções para venda rápida, para liberar espaço para o recebimento de novas mercadorias.

  • Matéria-prima

Indústrias que fabricam produtos para que empresas de comércio vendam precisam controlar o estoque de matéria-prima. O setor da indústria transforma a matéria-prima em produtos finais.

Para que o fluxo de produção aconteça, é preciso manter o estoque das matérias-primas necessárias, visto que a sua falta acarreta no atraso da produção.

Quais as melhores práticas de controle de estoque para loja?

Um dos primeiros passos para ter um controle de estoque para loja eficiente é realizar um inventário com todos os produtos vendidos e mantê-lo atualizado. Por meio dele, é possível saber quais e quantos produtos você tem em estoque.

Uma outra dica é organizar a sua relação de custos e receitas. É muito importante para um empreendimento saber quanto de dinheiro está saindo e entrando, pois, só assim você poderá se organizar financeiramente para melhores decisões na hora das compras.

Sempre monitore suas vendas: imagine que um usuário vê uma linda blusa na vitrine virtual a sua loja, mas na hora de comprar, descobre que esse produto não está no estoque e não há previsão para que seja reposto.

Quando isso acontece com frequência, você perderá clientes, então sempre monitore como está o seu depósito e se programe para fazer as reposições nos momentos certos, evitando o excesso ou falta de produtos.

Seguir todas essas dicas pode ser algo trabalhoso caso seja feito manualmente, por isso, você pode investir em um sistema de gestão para facilitar e unificar todos esses processos em um só lugar, facilitando o seu dia a dia e permitindo que você tenha mais tempo para focar em outros setores da sua loja.

E quais os principais erros relacionados ao controle de estoque?

Mesmo com controles. ainda podem ocorrer alguns problemas ou pequenos erros que poderão colocar em risco a sua organização. Por isso, confira o que você deve evitar no controle de estoque.

Não conhecer o gerenciamento de estoque de outras empresas

Ao saber como empresas concorrentes ou até mesmo de outros segmentos estão fazendo para organizar os seus próprios estoques, você poderá pegar insights importantes e que podem ser testados na sua loja.

Não estabelecer um estoque mínimo

Lembra quando falamos que não é legal deixar que produtos estejam em falta no seu e-commerce? Ao definir um estoque mínimo, você garante que as compras daquele produto sejam feitas até que você consiga o repor completamente.

Não utilizar técnicas para vender produtos parados no estoque

É normal que existam produtos que sejam vendidos em maior e menor frequência dentro de uma loja, seja pelo alto preço ou por não ser o que seu público deseja no momento. Entretanto, mantê-lo parado no estoque é sinal de prejuízo, e você precisa pensar em maneiras para que eles sejam comercializados, como na realização de promoções e descontos.

O relatório de giro do estoque do Tiny ERP pode ser utilizado para descobrir quais são estes produtos menos vendidos.

Não planejar o armazenamento de itens sazonais

Suponhamos que você tenha uma loja de utilidades e na época da copa sempre oferece para os seus consumidores itens temáticos, como canecas com a bandeira do Brasil ou bandeiras.

Esses produtos possuem um pico de vendas durante o período de copa, não sendo tão procurando pelos próximos 3 anos. Então, pense em uma maneira de comprar, mas sem sofrer prejuízos após a época do futebol.

Não utilizar um software para gestão

Ao investir em um software de gestão, você poderá organizar seus produtos e controlar os estoques, inclusive em múltiplos canais de venda. Ainda terá uma série de vantagens e ferramentas para organizar toda a sua loja virtual de maneira mais otimizada, como emissão de notas fiscais e integração com outros sistemas.

Controle de estoques no Tiny ERP

Avaliar os estoques é uma tarefa que exige organização e um sistema que auxilie nesse controle. O Tiny ERP possui funcionalidades e relatórios que auxiliam no entendimento das movimentações de estoque, a fim de facilitar na hora das compras e gerenciamento em múltiplos canais de venda.

Sua empresa poderá utilizar o módulo de controle de estoques, inclusive com relatórios que fornecem uma visão macro da situação dos estoques, como o relatório de necessidade de compras. Com ele é possível analisar os itens que devem ser comprados para suprir a demanda de vendas. Ainda poderá contar com o módulo de produtos sob encomenda, para comprar conforme as vendas concretizadas.

Depois de saber todas essas informações sobre como fazer um controle de estoque para loja, você percebeu que ter um software que auxilia na organização da sua empresa é muito importante. Por isso, entre em contato conosco e saiba como poderemos lhe ajudar nessa nova fase da sua loja.