Bem vindo ao blog do Tiny

CVR: 3 dicas para elevar esse KPI do seu e-commerce

CVR: 3 dicas para elevar esse KPI do seu e-commerce

24.06.2019 por Raquel Lisboa em E-Commerce

Entender o CVR é importante para analisar as estratégias que estão sendo feitas pelas empresas. Conheça mais sobre essa métrica.

Dentre as inúmeras possibilidades de aferir a saúde de um negócio, destacam-se os KPIs (Key Performance Indicators): indicadores-chave de performance. Em outras palavras, são combinações de diferentes métricas que apontam o desempenho de determinadas áreas de uma empresa (marketing, finanças, atendimento, etc).

Tais indicadores são primordiais para o crescimento de uma marca, já que através deles é possível identificar o que já está funcionando e trazendo bons resultados, bem como o que ainda pode ser melhorado. Alguns KPIs importantes de um e-commerce são: ticket médio, ROI, taxa de rejeição, carrinhos abandonados e CVR (ou taxa de conversão).

O que é CVR?

CVR (Conversion Rate) tem como objetivo mensurar as conversões de um negócio, contudo, dependendo do segmento, elas podem variar. Se a empresa oferta serviços, conversões são sinônimo, por exemplo, de cadastros por formulário. Já se a marca oferece produtos, as conversões significam vendas – foco deste artigo.

Por meio da CVR, é possível compreender se as estratégias de marketing (tanto orgânicas, quanto pagas) estão alcançando o efeito desejado, e se todo trabalho e dinheiro investidos estão valendo a pena.

Para medir a taxa de conversão de uma marca é bastante simples: basta dividir o total de vendas pelo número de visitas do site e multiplicar por 100 – sendo todas essas métricas de um mesmo período de tempo:

Vendas / visitas * 100 = CVR (%)

Depois de calcular a CVR, o próximo passo é entender se ela é saudável ou não. Para isso, as ações mais indicadas são: buscar dados do próprio nicho em sites especializados em relatórios com esse tipo de indicador, e/ou fazer benchmarking junto de outros e-commerces do mesmo segmento.

Agora que você já sabe o que são KPIs e taxa de conversão, confira três dicas fundamentais para seguir aumentando as vendas da sua loja virtual.

1 – Identifique o seu público-alvo

Pode parecer simples (e até óbvio), entretanto, muitos empreendedores se esquecem desta etapa ou pensam que características básicas são suficientes para definir as personas e as estratégias de um negócio – ledo engano!

Conhecer a fundo o público-alvo da sua marca é o primeiro passo rumo às conversões. Além de identificar idade, gênero, localização e nível socioeconômico dos potenciais clientes, é preciso entender quais são as necessidades deles e o que os motiva a consumir seus produtos.

É bastante comum possuir diferentes targets em um só e-commerce, o que exige jogo de cintura na hora de conquistar todos eles. Por exemplo: se você vende cosméticos para diferentes fases da vida, é bem provável que suas personas sejam tanto jovens, bem como mulheres maduras que desejam adquirir cremes anti-idade.

Por isso, é essencial reconhecer suas personas através de pesquisas de satisfação e de pós-vendas e, até mesmo, contatos em redes sociais, para, assim, traçar os perfis completos e selecionar as técnicas de vendas e gatilhos mentais que surtem mais efeito junto ao seu público-alvo.

2 – Aposte nas redes sociais

Atualmente as redes sociais – especialmente o Instagram e o Facebook – são os canais de vendas complementares mais utilizados pelas empresas. Por meio delas, é possível não só divulgar os produtos, mas também gerar conteúdos relevantes (relacionados às tendências do seu nicho) para os seguidores e, consequentemente, se aproximar dos potenciais consumidores.

cvr-redes-sociais

Cada vez mais, a jornada do cliente tem se iniciado nas mídias sociais, afinal, hoje são raras as pessoas que não possuem contas nessas plataformas. Portanto, é primordial que a sua marca esteja presente nelas.

Além de disponibilizarem as funções Instagram Ads e Facebook Ads para a criação e divulgação de campanhas pagas, ambas as redes oferecem a possibilidade de veicular gratuitamente produtos com preços e links de redirecionamento para o seu e-commerce através do Instagram Shopping e da Loja do Facebook – o que agiliza (e muito!) o checkout e, claro, as conversões.

3 – Não se esqueça do mobile

Como visto nos tópicos anteriores, vender pela internet demanda muito mais que uma loja virtual com produtos bem expostos e descritos – é preciso inovar e se adaptar as mudanças constantes do setor. Dentre os requisitos para um e-commerce converter mais está a responsividade de layouts em telas menores.

cvr-mobile

De acordo com o NuvemCommerce 2019, cerca de 70% das visitas a lojas online no ano passado foram feitas através de celulares e tablets e, segundo o Statista, estima-se que o Brasil contará com 112 milhões de usuários mobile e 95 milhões de compradores digitais até 2021.

Ademais, desde 2017, a indexação do Google passou a priorizar, em seu ranqueamento, sites que se dedicam à adaptabilidade de páginas com foco no mobile. Assim, se o seu objetivo é aumentar o tráfego orgânico do seu e-commerce e, por consequência, visitas e conversões, essa é uma abordagem certa.

E aí, pronto para elevar sua CVR? Somando essas três dicas, você com certeza estará mais próximo de alcançar o seu propósito e o sucesso do seu negócio. Boas vendas.