Bem-vindo ao blog do Tiny

Como ter um negócio escalável no e-commerce?

Como ter um negócio escalável no e-commerce?

20.01.2022 por Laika em artigos-tiny, E-Commerce

Ter um negócio escalável no e-commerce é um grande desafio. Veja algumas dicas do que você pode fazer para sua empresa crescer.

Quer vender cada vez mais? Uma das opções é ter um negócio escalável, em que a empresa tem a possibilidade de atender um público maior, o que pode trazer um faturamento mais interessante.

Nesse sentido, um negócio online não tem a limitação de número de pessoas que o ponto físico apresenta, porém, requer algumas providências para que a capacidade de venda e de entrega aumente.

Quer entender melhor o que é escalabilidade e como aplicá-la no seu negócio? Confira o post.

O que é um negócio escalável?

A escalabilidade pode ser definida como o poder de ampliação de capacidade, sem aumentar muito os gastos, além de manter o crescimento sem abrir mão da qualidade no serviço ou produto oferecido.

Para isso, é importante que o negócio tenha valor, possa ser ensinado e permita que seja reproduzido em diferentes contextos.

O AirBnB é um ótimo exemplo de negócio escalável. Parte do princípio que pessoas têm interesse em disponibilizar um imóvel para locação por curta temporada. Para que a oferta cresça, o idealizador do AirBnB não precisa investir mais em captação ou contratação. Ele precisa apenas que mais pessoas queiram oferecer espaços para alugar.

Para o seu negócio, a escalabilidade é o crescimento exponencial em vendas. Mas, para alcançar esse patamar, é preciso ter uma boa infraestrutura e gerar demanda.

Como ter uma loja virtual escalável?

Conheça algumas dicas para impulsionar o seu negócio de maneira sustentável e organizada.

Tenha um planejamento estratégico

Dificilmente você saberá exatamente o que deve ser feito sem pensar em um passo a passo detalhado das atividades para o crescimento da empresa.

Essa questão pode ser resolvida por meio de um planejamento estratégico, em que você vai “colocar no papel” os pontos nos quais deseja chegar e o que vai fazer para atingir cada um desses objetivos.

O planejamento estratégico pode ser desmembrado em práticas que serão adotadas, contratações, compras e previsão de gastos.

A partir dessas informações, é possível ter uma abordagem mais detalhada sobre cada tópico, e ao começar a colocar em prática, os próximos passos estarão mais claros.

No planejamento, vale estabelecer metas e ações para escalar o negócio, obtendo assim um caminho de crescimento mais definido.

Realize ações de marketing

Para ter um número cada vez maior de clientes no seu e-commerce, é preciso atrair essas pessoas. Para isso, pense em estratégias de marketing.

Vale pensar em diferentes ações para isso, por exemplo, estratégias digitais como a melhoria nos motores de busca (como o Google), o investimento em anúncios pagos e o relacionamento com influenciadores.

Procure também aplicar o funil de vendas para transformar um visitante do blog em um cliente fiel, usando assim todas as ferramentas disponíveis.

Com essas ações, é possível aumentar a procura pelos serviços prestados. Mantendo essa oferta com o mesmo custo de operação, ou pelo menos, com custo não proporcional ao crescimento, o negócio se torna escalável.

Trabalhe a fidelização

Os esforços de divulgação serão desperdiçados se não houver a fidelização desses clientes.

Para isso, é importante trabalhar o relacionamento com os clientes, que começa com uma boa experiência de compra. Quando falamos em e-commerce, cuidar da embalagem e entregar os produtos dentro do prazo é fundamental.

Além disso, procure manter o diálogo com as pessoas que interagem nas redes sociais da loja, respondendo comentários e caprichando no atendimento. Essa etapa faz parte do processo de fidelização dos clientes e de construção de uma boa imagem no mercado.

O pós-vendas também é um detalhe bastante importante. Tenha atenção especial para a solução de problemas, garantindo que o consumidor sinta confiança na sua empresa e volte a comprar.

Tenha uma plataforma de e-commerce robusta

Você pode ter feito tudo o que era preciso para ter um grande número de pessoas interessadas no seu e-commerce. Mas, se a plataforma não tiver uma estrutura boa para aguentar um elevado número de acessos, as pessoas desistirão da compra.

Problemas como lentidão, erros no pagamento da página, dificuldade para fazer o pagamento, entre outras dificuldades comuns em sites com muitos visitantes, colocarão a perder todos os esforços para promover a escalabilidade.

Busque plataformas capazes de suportar um aumento na procura, mesmo que em momentos isolados como uma promoção ou datas comemorativas.

Sem esse cuidado, há uma grande possibilidade do site cair quando o negócio realmente começar a crescer, prejudicando muito a imagem da empresa.

Invista em segurança virtual

Mesmo que haja esforços com foco na escalabilidade do negócio, sem passar a segurança necessária para o cliente a conversão em vendas será muito menor, o que prejudica o crescimento da loja.

O vazamento dos dados dos clientes ou o ataque de hackers pode trazer sérios problemas para o seu negócio. Além disso, as pessoas devem sentir confiança ao acessar o site da loja.

Para isso, invista na segurança da página. Um certificado SSL pode ajudar bastante, além de contribuir para que o seu e-commerce apareça nas primeiras posições em uma pesquisa relacionada ao seu nicho de atuação no Google.

Além de diminuir a chance de problemas, o certificado é apresentado na página do negócio, o que traz mais confiança ao visitante e ajuda na realização das vendas.

Tenha fornecedores escaláveis

O aumento da demanda provocado pela escalabilidade vai exigir que você consiga dar conta de entregar tudo o que está sendo pedido, dentro de um prazo de tempo estabelecido. Porém, ter um estoque muito grande pode não ser a melhor solução para isso. Além de ocupar muito espaço, o excesso de produtos pode levar a perdas.

Para investir em ações que provoquem um aumento na procura pelo seu e-commerce, é essencial ter fornecedores capazes de lidar com essa demanda.

Converse com os responsáveis pela alimentação da sua loja e cheque a capacidade de atendimento. Avalie também outras opções, para ter alternativas caso o fornecedor principal tenha algum problema.

Com esses cuidados, você garante a capacidade de atendimento, sem deixar nenhum cliente na mão ou atrasar o envio por falta de produtos.

Como o Tiny ERP pode ajudar?

Atendendo um número maior de pessoas, a gestão da empresa certamente ficará mais complexa. Para driblar isso, você precisa de um software capaz de integrar os diversos setores do negócio, como vendas, emissão de notas fiscais, controle do fluxo de caixa, controle de estoques, compras, entre outros pontos.

O Tiny ERP conta com uma solução voltada justamente para centralizar as operações do seu e-commerce, permitindo que você consiga gerir com clareza e acompanhar o crescimento da empresa.

Integre seus canais de venda, como plataformas de e-commerce e marketplaces, receba os pedidos em um só lugar, emita as notas fiscais com facilidade e despache os pedidos com agilidade e segurança. Com isso, fica mais fácil crescer de forma estruturada, escalando seu negócio de forma segura.

Conclusão

Apresentamos aqui o que é um negócio escalável e o que pode ser aplicado, na prática, para impulsionar o seu e-commerce.

Ressaltamos novamente um detalhe importante do conceito de escalabilidade, que é o de manutenção da qualidade. Atendendo 10 ou 1000 pessoas, é essencial prestar um excelente atendimento e estabelecer uma relação de confiança com o consumidor. Apenas com esse cuidado você conseguirá crescer e viver do seu empreendimento.

Entre em contato conosco para conhecer melhor os recursos do Tiny ERP e entender como o software será seu verdadeiro braço direito para a expansão do negócio.