Bem-vindo ao blog do Tiny

Como trabalhar de casa e manter as vendas?

Como trabalhar de casa e manter as vendas?

14.10.2020 por Laika em Emprendedorismo

Existem algumas alternativas para que as pessoas possam trabalhar de casa, mesmo na pandemia. Veja algumas dicas e como manter as vendas nesse momento.

A pandemia transformou a forma como os negócios são realizados, exigindo que as empresas se adaptem rapidamente à nova realidade, já que para preservar a saúde de todas as pessoas, o recomendado é manter distanciamento social. Com isso, muitos lojistas passaram a vender online por meio de plataformas de e-commerce, por redes sociais com entrega delivery, inclusive iniciando o seu próprio empreendimento trabalhando em casa.

Mesmo que o cenário apresente desafios, a mudança demonstra que é totalmente possível continuar vendendo mesmo em home office, através de lojas virtuais. No entanto, o comércio eletrônico exige planejamento, estudo de mercado e investimento para retornar bons resultados.

A seguir, você entenderá como trabalhar de casa fazendo vendas online de produtos e serviços pela internet, além de compreender como estruturar um e-commerce de maneira adequada. Boa leitura!

Como organizar o trabalho no home office

Devido a necessidade de distanciamento social, muitas lojas físicas tiveram de se adequar para atender à atual demanda dos consumidores, afinal, a necessidade de comprar roupas e alimentos, por exemplo, continua.

Devido ao fechamento do comércio físico, em março de 2020, o e-commerce se tornou uma das alternativas para os lojistas continuarem trabalhando, além das entregas por meio da modalidade de delivery para quem já tinha sua loja física. Assim, os empreendimentos conseguem manter a segurança e o distanciamento social, tanto dos consumidores quanto dos funcionários.

Para se ter uma ideia, as vendas virtuais apresentaram alta de 145% no primeiro semestre de 2020. E com a automatização dos processos e operações, o lojista pode trabalhar de casa e ter a gestão do seu negócio facilitada. Seguem algumas dicas que podem ajudar.

Produtividade

Mesmo atuando em casa, é totalmente possível manter a produtividade em alta. Primeiramente, é preciso estabelecer horários de trabalho, para que o dia seja organizado. O indicado é reservar um espaço na residência próprio para trabalhar e evitar distrações que podem prejudicar a atenção, como televisão e redes sociais.

Além disso, parar por alguns minutos para dar atenção aos filhos ou, até mesmo, ao seu animal de estimação, é importante. É um momento para relaxar e depois voltar com mais energia para o trabalho.

Divisão de tarefas

Muitas pessoas têm se organizando para trabalhar uma parte do dia na loja física ou em outro emprego, e ainda algumas horas no formato home office. Diante disso, é fundamental buscar pelo equilíbrio, para não se sentir sobrecarregado ou estressado. É possível organizar as tarefas e analisar o que faz mais sentido produzir no home office e quais atividades precisam ser realizadas na empresa.

Ferramentas

Se você tinha uma loja física e precisou ficar em casa, por exemplo, uma das alternativas é começar a vender os produtos online. Felizmente, existem algumas ferramentas que podem ajudar, mesmo estando em home office.

A plataforma de e-commerce, por exemplo, é importante para a criação da loja virtual, onde você poderá anunciar todos os produtos que vende.

Além disso, existem outras soluções online que facilitam o trabalho remoto. Entre eles destacamos o Trello e o Asana para gerenciamento de tarefas e o Tiny ERP para controlar estoques, emitir notas fiscais e gerenciar a empresa.

Vender em uma loja virtual no home office

Agora que você já sabe como vender em casa, é preciso aprender como estruturar a loja virtual e iniciar as vendas. O mais indicado é recorrer às plataformas de e-commerce para dar impulso ao seu comércio digital. O lojista ainda pode usar as funcionalidades das redes sociais para divulgar os seus produtos e serviços, aproveitando seu potencial de captação e conversão. A seguir, listamos outras dicas eficazes para auxiliar você nessa tarefa.

Utilize um sistema de gerenciamento e integração

A plataforma de e-commerce é uma ferramenta utilizada para criar a loja virtual. Por meio da plataforma, é possível escolher o layout da loja, personalizando de acordo com sua marca, automatizar as vendas, otimizar o site para os mecanismos de busca (SEO), entre outros recursos.

Para realizar o gerenciamento de processos como cadastro e inclusão de produtos, controle de estoques e preços, e formas de pagamento e entrega, é recomendado um sistema ERP. Ele auxilia o lojista a centralizar os procedimentos de gestão e de vendas, sendo capaz de gerenciar, organizar, otimizar e controlar as rotinas de uma loja. Isso proporciona mais tempo livre ao empreendedor, que pode direcionar a sua atenção para realizar melhorias nas operações.

Elabore um plano de negócios

Para viabilizar a sua loja e aumentar as chances de venda, é essencial criar um bom plano de negócios. O documento deverá conter uma série de informações, como os objetivos, a missão e os valores do empreendimento. 

Um dos pontos é escolher os fornecedores da sua loja virtual. Você pode buscar por qualidade, melhor preço e diferenciais de mercado. Nessa fase, ainda é possível definir quais serão as condições de pagamento para que você organize o financeiro, os prazos de entrega e também quais serão os canais de atendimento aos clientes.

Não podemos esquecer que existem muitas oportunidades e que você pode aproveitar para oferecer produtos de fabricação própria para vender online. Por que não criar uma loja para vender quadros, artesanato, alimentos, máscaras ou qual for a sua especialidade?

Por fim, é preciso definir como serão aprovados os pagamentos dos pedidos recebidos e qual será a logística de entrega. Ter cada um dos fatores bem definidos pode representar o aumento das vendas e a consolidação da loja na internet.

Conheça seu público-alvo

O próximo passo é descobrir qual é o perfil, as preferências e necessidades do seu público-alvo, ou seja, das pessoas que se interessam pelos produtos e serviços da sua loja. Conhecendo bem os seus potenciais consumidores e realizando o mapeamento das principais demandas, o lojista terá mais facilidade para tomar decisões e definir ações de marketing digital adequadas, por exemplo.

Outra ideia é usar redes sociais para conquistar novos seguidores e comercializar os seus produtos. No entanto, é preciso ter em mente que construir um público-alvo fidelizado e ativo requer trabalho e dedicação, pois o potencial da sua loja online dependerá do nicho de atuação e também de como você leva a mensagem certa ao cliente certo.

Defina um plano de marketing digital

O marketing online oferece estratégias para promover o seu negócio e aumentar as vendas, fazendo com que mais clientes se interessem por seus produtos.

O lojista deve escolher quais serão os canais de divulgação da loja, como redes sociais, links patrocinados, e-mail marketing e publicação de conteúdos. O importante é que as ações sejam eficazes tanto para atrair quanto para fidelizar o público.

Conclusão

Iniciar um negócio online é uma tarefa que exige planejamento e, principalmente, dedicação do lojista. É necessário desenvolver estratégias para que as vendas aconteçam e a sua marca se torne lucrativa. As dicas sobre como trabalhar de casa são simples e podem ser utilizadas em qualquer segmento do mercado.

É recomendado optar por um nicho no qual você tenha conhecimento para conseguir agregar valor à sua loja online. Também é indicado realizar a gestão em tempo real dos produtos para que você obtenha melhores resultados com o seu e-commerce.

Aproveite e siga o Tiny ERP no Instagram para ter acesso às principais novidades sobre comércio eletrônico e suas possibilidades.