Bem-vindo ao blog do Tiny

O que é um fluxo de caixa diário e qual a sua importância?

O que é um fluxo de caixa diário e qual a sua importância?

05.04.2022 por Laika em Finanças

Controlar o fluxo diário faz parte da rotina das empresas. É preciso saber quanto dinheiro entra ou sai da empresa para que as contas fechem no final do mês.

O fluxo de caixa diário diz respeito às entradas e saídas de recursos financeiros do caixa da empresa ao longo do expediente. Na prática, é uma atividade de controle administrativo e subsidia uma série de informações ao negócio, tanto financeiras quanto operacionais.

Existem muitos benefícios ligados ao controle do fluxo de caixa diário. Por exemplo, a melhor projeção de receitas e despesas, a visão mais profunda das finanças da empresa e a redução sistemática de custos. Assim, permite a criação de um negócio mais competitivo.

Neste artigo, explicamos o que é fluxo de caixa, o que são entradas e saídas de caixa e qual a importância disso para a empresa. Boa leitura.

O que é fluxo de caixa diário?

Nas finanças, o termo “caixa” é uma referência ao volume de dinheiro disponível ao negócio. Ao longo do tempo, esse dinheiro não costuma ficar parado. Ele é movimentado. Por exemplo, é preciso pagar fornecedores e receber de clientes, o que gera um fluxo.

Sendo assim, você pode entender fluxo de caixa como as entradas e saídas de dinheiro do caixa do empreendimento ao longo de um determinado período, como um único dia de trabalho. É papel do gestor registrar minuciosamente esse movimento.

O registro do fluxo de caixa fornece uma série de dados que podem ser analisados, compor relatórios financeiros e também balanços contábeis. Além disso, garante que o gestor saiba exatamente de onde seus recursos financeiros estão vindo e para onde estão indo.

O que são entradas e saídas de caixa?

Você pode entender como entrada de caixa toda receita, isto é, embolso financeiro que impacta positivamente o volume de dinheiro disponível ao negócio. É o caso da venda de um produto, da prestação de um serviço ou do aluguel de um bem.

Existem muitas formas de organizar suas entradas de caixa, como a classificação por cliente ou por produto comercializado. A maneira ideal varia bastante, é necessário avaliar a realidade do seu empreendimento e o seu plano de contas.

Saída de caixa, por sua vez, é um termo genérico que descreve todo desembolso financeiro que impacta negativamente o caixa, reduzindo o volume de dinheiro disponível à empresa. É o caso do pagamento de insumos ou da folha de funcionários.

Também existem muitas formas de classificar suas saídas, dependendo do seu modelo de negócio. Uma classificação é quanto ao tipo, que pode ser operacional (um custo ligado às operações do negócio) ou não operacional (uma despesa ligado ao administrativo).

Enquanto entradas e saídas de caixa são adequadamente registradas, a empresa conta com mais informações financeiras, o que pode subsidiar análises mais profundas e decisões mais acertadas.

Qual a importância do fluxo de caixa diário?

O fluxo de caixa diário apresenta diversos benefícios ao negócio e equipes de trabalho. Na realidade, seu registro pode ser entendido como a base de toda a gestão financeira, o que pode potencializar os ganhos do negócio. Adiante, os benefícios são pontuados.

Promove mais segurança

Um primeiro benefício está na própria segurança. Administração financeira é coisa séria e determina a saúde do negócio. Se as movimentações diárias não são bem acompanhadas e registradas, a empresa pode ter vários problemas e até perder dinheiro.

O controle do fluxo de caixa diário fornece informações cruciais para avaliar a aplicação do dinheiro, monitorar o volume de recursos disponíveis e diagnosticar eventuais erros ou desvios financeiros. Assim, maximiza tanto saúde quanto segurança do negócio.

Melhora as análises financeiras

Ao lidar com os recursos financeiros da empresa, é preciso fazer boas análises. Assim, saberá se seu negócio é líquido, rentável e lucrativo, também entenderá se precisa de mais dinheiro para reforçar o caixa operacional e ampliar o capital de giro.

Novamente, o fluxo de caixa é essencial. É a partir do seu registro que o gestor coleta e organiza dados para sua análise, permitindo o diagnóstico do estado atual da empresa e previsão de resultados. Assim, a gestão torna-se inteligente e estratégica.

Aperfeiçoa a tomada de decisão

O sucesso de uma empresa depende das decisões tomadas ao longo de sua jornada. Essas decisões podem ser classificadas em quatro: operacionais, tributárias, de financiamento e de investimento. Felizmente, o controle do caixa melhora cada uma dessas decisões.

Com o fluxo de caixa, pode-se avaliar o retorno financeiro obtido com as operações. Além disso, fica mais fácil averiguar os tributos pagos, as aplicações de investimento e os canais de financiamento. Ou seja, cada escolha pode ser otimizada.

Subsidia relatórios

Ao administrar um negócio, é comum o uso de relatórios com dados e indicadores da empresa. Eles fornecem uma visão mais profunda ao gestor, também direcionam as táticas e operações. Novamente, o uso do fluxo de caixa é um elemento crucial.

O registro do caixa subsidia relatórios tanto financeiros quanto contábeis, por exemplo, o demonstrativo de resultados do exercício (DRE). Também permite a construção de estudos de viabilidade econômica, avaliando o potencial de ganho com novos projetos.

Facilita o diagnóstico de padrões

Ao empreender, é importante identificar e aproveitar padrões. Existem padrões nas suas receitas e despesas, bem como nos prazos de pagamento e no nível do seu caixa. O ponto é: eles só podem ser identificados com a análise dos dados registrados no seu fluxo de caixa.

Com o fluxo de caixa, você pode identificar quais clientes são mais assíduos, quais são os produtos mais demandados, quais despesas são estratégicas e quais fornecedores contam com os juros mais elevados, entre outras coisas. Esses padrões melhoram sua gestão.

Otimizando o Fluxo de Caixa com o Tiny EPRP

Para que todas as informações sejam reunidas para posterior análise, é importante contar com um sistema de gestão. O Tiny é um ERP que centraliza as informações de uma empresa, inclusive as financeiras.

Quando as contas a pagar e a receber estão corretamente cadastradas no Tiny, o usuário pode gerar o Fluxo de Caixa e entender todas as movimentações futuras da empresa. Com isso, as análises sobre o negócio são precisas e as decisões são mais assertivas.

Se você ainda não possui conta no Tiny, experimente 30 dias grátis. Além do controle financeiro, emita as notas fiscais, importe os pedidos de venda do e-commerce, controle estoques, integre seus canais de venda, utilize o Google Shopping e muito mais.

Concluindo

Em resumo, o fluxo de caixa diário refere-se às entradas e saídas de dinheiro do caixa ao longo do expediente de trabalho. Seu controle implica em múltiplos benefícios, como o aumento da segurança financeira, a melhoria das decisões e o diagnóstico de padrões. Por isso, é importante contar com ótimas práticas e tecnologias de registro do fluxo de caixa.