Bem-vindo ao blog do Tiny

Planejamento do calendário de vendas para o ano

Planejamento do calendário de vendas para o ano

22.01.2021 por Laika em Gestão

Planejar o calendário de vendas para o ano é importante na busca por bons resultados. Confira algumas dicas.

As lojas que desejam atingir um diferencial de mercado no comércio físico e digital precisam entender a importância de montar um calendário de vendas e promoções de forma antecipada. Tirar as ideias do papel é o primeiro passo para alcançar esse objetivo e, com isso, captar mais clientes em potencial para a marca. 

Para tal, é fundamental traçar um planejamento do calendário de vendas bem elaborado para o ano, que considere todas as possibilidades de crescimento do negócio. Assim, será possível traçar metas e objetivos para cada período do ano, sem desperdiçar tempo e recursos.

A seguir, veja como montar um calendário de vendas e promoções para tirar as ideias do papel.

Qual a importância de um bom planejamento?

O planejamento é uma parte essencial para qualquer empresa que deseja crescer e se diferenciar em seu segmento de mercado. Com um bom plano, é possível administrar melhor o tempo para focar no que realmente importa em longo prazo, ou seja, dar atenção ao que vai, de fato, trazer prosperidade ao negócio. 

Além disso, quando o planejamento é detalhado, fica mais simples prever o que é mais indicado para a marca. É interessante também planejar as promoções e ações de marketing que ocorrerão ao longo do ano, definindo os objetivos para cada ocasião.

Estar preparado para os momentos futuros é imprescindível para aproveitar as oportunidades e, também, para se aproximar ainda mais dos clientes. Com isso, o negócio consegue definir um plano de ação e fazer as alterações e ajustes necessários para dar continuidade às operações da melhor forma.

Como realizar o planejamento do calendário de vendas?

Cada período do ano deve ser considerado no calendário de vendas e promoções. Assim, o indicado é criar uma lista com tudo o que será necessário para conseguir tirar as ideias do papel e colocar em prática o planejamento de vendas da empresa. Nessa ocasião, será preciso acrescentar informações sobre prazos e responsáveis pela execução de cada etapa.

No planejamento, a empresa deve definir e prever questões de estoque, contratações, materiais essenciais para o desenvolvimento das ações, entre outros. Sem isso, o negócio pode perder oportunidades de mercado e potenciais clientes, principalmente em períodos de datas comemorativas.

Para traçar esse planejamento, é importante ainda que a gestão da marca analise o ambiente interno e externo para tomar decisões e definir os próximos passos. Tendo uma visão ampla do negócio como um todo, as chances de alcançar sucesso, produtividade e lucro aumentam consideravelmente.

Você conhece e sabe como funcionam os ciclos do varejo?

Outro passo fundamental é entender como funcionam os ciclos do varejo. Aqui, o calendário não é dividido por meses, mas, sim, por datas comemorativas, como Páscoa, Natal, Dia das Mães e dos Pais. Essas são algumas das datas que guiam o varejo, mas vale investigar quais são importantes para seu negócio. 

Conhecer bem os consumidores e suas preferências deve ser uma prioridade para a gestão, até mesmo para que a equipe entenda como será o fluxo de vendas ao longo do ano. Além disso, as datas devem ser consideradas de acordo com o nicho de mercado para que a empresa não corra o risco de perder oportunidades de crescimento. 

É importante também capacitar os colaboradores para que eles estejam preparados para o aumento de movimento em épocas marcadas pelo ciclo do varejo. Entendendo qual a média do fluxo de vendas em cada data, é possível até mesmo prever o esforço que será necessário em cada período do ano. 

Outro aspecto é em relação às promoções oferecidas para o público da loja em cada data. Elas devem ser adequadas ao perfil e a preferência dos consumidores. A estratégia pode nem sempre ter lucro, mas, sim, fazer o estoque girar. Ao diminuir os preços de um produto ou serviço, por exemplo, é possível reduzir e até mesmo eliminar os custos com estoque parado.

Como estruturar o calendário de vendas?

O ano inteiro pode ser aproveitado por lojistas e varejistas para aumentar as vendas. O calendário, nesse sentido, deve estar alinhado com o planejamento estratégico da empresa para que ele seja utilizado de forma efetiva e, com isso, gere resultados positivos. 

Conforme o nicho do negócio, é preciso pensar em como estruturar o calendário de vendas:

  • Em lojas que comercializam roupas, por exemplo, as campanhas podem seguir as estações do ano;
  • Em lojas de chocolates, é importante ter um maior estoque disponível em datas como Natal e Páscoa;
  • Em academias, as campanhas podem iniciar no inverno para estimular o público a treinar para estar em forma no verão;
  • Em casos de serviços de conserto de veículos, a divulgação pode ocorrer no período pré-férias, em que o ocorre o aumento das buscas por revisão de carros;
  • As lojas de brinquedos podem direcionar um foco especial e promoções no Dia das Crianças, e assim por diante.

Para isso acontecer, alguns quesitos devem estar organizados para que o calendário de vendas funcione adequadamente. Veja alguns: 

Comunicação

O calendário serve como um guia para desenvolver a comunicação com os clientes da loja. Os vendedores e todos os envolvidos nesse processo devem ser avisados com antecedência sobre os prazos de cada ação a ser realizada. 

Entregas

Nas datas mais importantes para o negócio, a gestão de entregas também deve ser planejada. 

Devido ao alto volume de pedidos, a marca deve alinhar as compras com as entregas para garantir que os consumidores sejam bem atendidos. Até porque oferecer uma boa experiência ao cliente é essencial para fidelizá-lo, fazendo com que ele volte a comprar na loja e indique os produtos e serviços a amigos e a familiares.

Com isso, o calendário de vendas também deve detalhar o processo logístico para garantir que as entregas sejam realizadas dentro do prazo especificado. Em períodos de alta demanda, os negócios devem ficar ainda mais atentos para evitar atrasos e problemas relacionados à logística.

Estoque

Deixar de vender por falta de estoque ou organização pode impactar o ciclo do varejo. Por isso, será preciso preparar bem a loja com produtos a mais em épocas com maior fluxo de pedidos

Assim, será possível alcançar as metas e os objetivos demarcados para o ano seguinte, obtendo mais clareza e visão para a tomada de decisão.

Conclusão

Ao realizar o planejamento do calendário de vendas, as chances de alcançar os objetivos comerciais da empresa aumentam e se tornam muito mais efetivas.

Antes de tirar as ideias do papel, a gestão deve ter clareza sobre como os recursos serão aplicados para dar seguimento à estratégia e ao plano de ação.

O ideal é que todas as lojas, tanto físicas quanto virtuais, realizem o planejamento de acordo com a sua realidade. Assim, será possível definir atividades a serem realizadas e organizar como cada etapa será executada, fazendo revisões e ajustes sempre que necessário.

Este post sobre como montar um calendário de vendas foi útil? Aproveite e siga a Tiny ERP nas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e LinkedIn.