Bem-vindo ao blog do Tiny

5 práticas para gestão de fornecedores

5 práticas para gestão de fornecedores

09.04.2020 por Laika em Logística

A gestão de fornecedores impacta diretamente nas vendas. Aprenda práticas que vão te auxiliar nesta gestão fundamental em um mercado competitivo.

Para trabalhar com vendas é essencial ter produtos ou serviços para oferecer. Desta forma, é necessário desenvolver a carteira e fazer a gestão de fornecedores, estabelecer um processo de compra claro e construir uma relação de parceria.

O fornecedor, além de abastecer a empresa com matéria-prima ou produtos para movimentar o negócio, é também um responsável indireto pela fidelização dos clientes, considerando a qualidade dos produtos e a manutenção do estoque.

Se a sua empresa fabrica ou vende produtos acabados, você precisa de fornecedores. Sem eles seria impossível fazer qualquer tipo de comercialização, seu estoque estaria zerado e o atendimento ao cliente, comprometido.

Neste post você entenderá para que serve e como fazer uma gestão de fornecedores adequada e ainda conhecerá 5 práticas sobre como realizar esta gestão com eficiência.

Para que serve e como fazer gestão de fornecedores?

A gestão dos fornecedores serve para garantir que os produtos estarão disponíveis conforme as necessidades do negócio, evitando atrasos, perdas e desperdícios.

Se você conhece os principais indicadores de estoque e também quais são os produtos de maior giro, sabe quais são os principais fornecedores para estabelecer uma relação de fidelidade e parceria.

Na prática, é essencial ter um cadastro de todos os fornecedores, informações sobre suas condições e prazos, a descrição de todos os produtos oferecidos por eles e, ainda, é fundamental acompanhar sua reputação no mercado.

Imagine o seguinte cenário: 

1 – Você efetuou uma venda sob encomenda;
2 – Informa o fornecedor que precisa de produtos para suprir a demanda;
3 – Descobre que seu fornecedor está com a entrega dos produtos atrasada;
4 – Sem o produto para envio, você vai precisar cancelar o pedido ou aguardar o fornecedor entregar os produtos, enviando o pedido com atraso.

Essa situação impacta de forma negativa a experiência do cliente. Por isso, cuidar da gestão de fornecedores é um passo importante.

Gerenciar os fornecedores pode impactar nas vendas de forma positiva ou negativa. Para isso, alguns pilares podem nortear essa gestão. Pensar na melhoria da qualidade do produto oferecido ao seu cliente e ficar atento na cobertura de estoque, são duas ações essenciais. 

É preciso também buscar preço competitivo e melhores condições de pagamento. Assim, com atenção a esses detalhes, você terá sucesso em repassar as vantagens obtidas na gestão de fornecedores para o seu cliente.

5 práticas para fazer uma gestão fornecedores eficiente

Para ter bons fornecedores é preciso adotar critérios de seleção e manutenção daqueles que estão aptos a colaborar para o crescimento do negócio. Os produtos devem estar de acordo com as expectativas e, para isso, trouxemos algumas práticas que você pode adotar na sua empresa.

1. Considere a qualidade em primeiro lugar

Não adianta entregar no prazo e ter um bom preço se o seu fornecedor não oferecer  produtos de qualidade. O padrão de qualidade entregue pelo fornecedor deve ser um critério adotado para a seleção de fornecedores, com o intuito de manter o equilíbrio nas avaliações que os clientes fazem sobre o produto adquirido.

2. Utilize indicadores-chave

Saiba mensurar o desempenho dos fornecedores da sua empresa. Utilize indicadores que apontem a qualidade, os prazos de entrega, as condições de pagamento, os preços e os produtos mais vendidos.

Estes indicadores permitem avaliar o desempenho do fornecedor e, consequentemente, a necessidade de uma possível mudança.

3. Organize e formalize os processos

É essencial organizar o processo de compras da empresa, mantendo o cadastro de fornecedores e o histórico de compras atualizados. Esses dados geram informações importantes que contribuem para a tomada de decisões, principalmente nas compras futuras.

Formalizar as negociações ainda constrói um histórico rico e importante para análises. Através deste histórico, é possível analisar a capacidade de atendimento a grandes demandas e emergências.

4. Comunique-se com mais transparência

Melhorar a comunicação com os fornecedores e dizer exatamente o quê a empresa precisa, vai ajudar a construir um relacionamento pautado na transparência. Dessa forma, o fornecedor saberá como melhor atender suas demandas.

5. Utilize a tecnologia

A tecnologia pode ajudar a tornar a gestão de fornecedores mais eficiente através da automatização dos processos, desde o cadastro de fornecedores e produtos até o controle de estoque.

Um software ERP ajudará na integração e centralização das informações, permitindo maior agilidade para localizar um fornecedor e verificar suas principais características. 

Fazer a gestão com um sistema automatizado pode facilitar a formalização das negociações e fornecer dados para gerar relatórios com os principais indicadores, produzindo informações confiáveis e suporte na tomada de decisões.

Conclusão

A gestão de fornecedores tem papel de extrema importância na condução do negócio, pois ajuda a garantir a disponibilidade dos produtos com maior giro para os clientes.

Não se esqueça de avaliar a qualidade dos produtos oferecidos pelos fornecedores, utilizar indicadores-chave para análise, manter os processos organizados e uma boa comunicação, e claro, use a tecnologia a seu favor. Adotar boas práticas na gestão de fornecedores amplia as vantagens da empresa em um mercado competitivo

Se você gostou do post continue em nosso blog e leia este artigo para conhecer os principais indicadores de estoque e como implementá-los para otimizar a gestão da sua empresa.