Bem-vindo ao blog do Tiny

Como vender no Mercado Livre

Como vender no Mercado Livre

22.09.2020 por Daniela Borsoi em Marketplace

Aprenda como vender no Mercado Livre e aproveite os benefícios do marketplace para alavancar as vendas.

O Mercado Livre surgiu em 1999, com o objetivo inicial de permitir que usuários comercializassem itens novos e usados. Mais de 20 anos depois, a empresa se transformou na marca mais valiosa da América Latina — e que, hoje, atua como marketplace. 

Mas para aproveitar toda a estrutura oferecida pelo canal, é essencial saber como vender no Mercado Livre, entendendo sobre os tipos de anúncios, as boas práticas e os custos envolvidos nas vendas.  

Assim, você poderá aproveitar a visitação de milhões de usuários para alavancar as vendas, mas com todo controle e organização necessários.

Como começar a vender no Mercado Livre

Para começar a ofertar produtos no Mercado Livre é simples. Você pode criar sua conta para pessoa física ou jurídica:

  • Pessoa física: é preciso preencher CPF, nome, sobrenome, informar um e-mail válido e escolher uma senha;
  • Pessoa jurídica: é preciso preencher a razão social, CNPJ, informar um e-mail válido e escolher uma senha.

Com a conta criada, você já pode começar a anunciar os produtos. Para isso, crie os anúncios diretamente no Mercado Livre ou, caso utilize um ERP, envie os produtos para o marketplace. 

Caso precise de ajuda, temos um conteúdo que te ajuda a enviar os produtos do Tiny ERP para o Mercado Livre.

Como se trata de um marketplace, o Mercado Livre oferece uma grande visibilidade para que seus produtos sejam conhecidos por um maior número de compradores. Além disso, possui ferramentas para auxiliar nas vendas, como:

  • Mercado Pago: soluções de pagamentos para segurança de transações no Mercado Livre, em outros sites e também em estabelecimentos físicos;
  • Mercado Envios: tecnologia para gestão da logística, com cálculo de frete, impressão de etiquetas, coletas e fulfillment;
  • Mercado Livre Publicidade: que comercializa publicidade dentro do marketplace, como banners, Product Ads e performance;
  • Mercado Shops: uma plataforma para criação de lojas virtuais com domínio próprio, layout personalizado e sistema de pagamentos.

Os cuidados ao vender no Mercado Livre

Para saber como vender no Mercado Livre, também é essencial entender como fazer boas negociações. Afinal, não adianta ter múltiplos anúncios na plataforma se as vendas não forem fechadas.

Também é preciso ter cuidado com as ofertas, já que o site tem uma política sobre as páginas de anúncios. Entre os cuidados, estão:

  • criar uma descrição completa e que represente o estado real do produto (novo, seminovo ou usado);
  • usar fotos que sejam condizentes com o anúncio;
  • incluir apenas os termos relacionados ao produto (o que significa evitar a inclusão de palavras-chave alheias ao item somente para manipular o sistema de busca);
  • não usar códigos que direcionem o usuário para outro site fora do Mercado Livre.

Em relação ao preço, também tenha alguns cuidados:

  • não é permitido anunciar produtos gratuitamente, com valor simbólico ou casos em que só é preciso pagar o frete;
  • não é autorizado anunciar um valor e cobrar um preço maior ou apresentar o valor unitário, quando a compra tiver que ser feita com lote mínimo;
  • os meios de pagamento devem ser facilmente conhecidos pelo público. 

Quanto à disponibilidade em estoque:

  • não é permitido orientar que o comprador consulte a disponibilidade;
  • se o item não estiver a pronta entrega, o prazo máximo é de 45 dias corridos, a partir da compra.

Após a venda, é obrigatório emitir nota fiscal, com o pagamento de todos os impostos conforme manda a lei.

Além disso, é importante ter atenção com o envio dos pedidos, que deve acontecer no prazo certo. A entrega é um fator analisado para a reputação e os atrasos podem prejudicar a sua classificação. Além disso, a demora afeta a satisfação do público e o comprador pode deixar uma avaliação negativa.

Custos para vender no Mercado Livre

Anunciar no Mercado Livre é grátis, ou seja, o seller não paga nenhum valor para colocar seus produtos a venda. Além disso, é preciso saber que o produto anunciado deve ser vendido com preço de R$ 7,00. Caso quiser vender produtos de baixo custo, é recomendado montar kits para venda. 

Ao vender, o seller apenas precisará pagar uma tarifa sobre as vendas, que varia conforme tipo de anúncio e categoria de produtos. Neste link você pode conferir qual a tarifa para venda de cada uma das categorias disponíveis no Mercado Livre

Conheça os 3 tipos de anúncios disponíveis e mais a modalidade Frete Grátis:

Anúncio Grátis

Tem duração de 60 dias e baixa exposição para os usuários. É gratuito, mas limitado a 5 anúncios de produtos novos por ano, então é indicado para quem vende apenas alguns itens isolados, não tendo uma loja. 

Caso venda produtos usados, poderá criar um anúncio grátis até alcançar 20 vendas durante o ano. Independente se o seller vende produtos novos ou usados, poderá ter até 10 anúncios ativos por vez e sempre com estoque de 1 unidade.

Anúncio Clássico

Nessa modalidade a exposição é alta e a duração é ilimitada. Oferece a opção de utilizar o Mercado Pago e as tarifas variam conforme a categoria do produto vendido.

Anúncio Premium

Essa é alternativa com exposição máxima e duração ilimitada. Além disso, oferece a possibilidade de parcelamento em 12 vezes, sem acréscimo no preço para o cliente. Assim como o Clássico, a tarifa varia conforme a categoria. 

Frete grátis

O Mercado Livre permite criar anúncios com frete grátis para incentivar vendas. A oferta de frete grátis pode ser utilizada em produtos novos a partir de R$ 99 e as condições variam para lojas oficiais, MercadoLíderes e reputação. 

Lojas oficiais e vendedores com reputação verde recebem 50% de desconto no valor do envio. Quem tiver reputação amarela ou não tiver reputação, recebe 40%. Já quem tiver reputação vermelha, não tem desconto.

O preço do frete varia conforme o peso do produto, que pode ser de 500 gramas até itens com mais de 29 quilos. A cobrança é feita por unidade do item e os valores são descontados da conta do Mercado Pago, conforme cada venda.

Aprenda mais sobre como anunciar no Mercado Livre neste webinar:

Dicas para organizar as vendas

Saber como vender no Mercado Livre também envolve a organização dos processos. Com os devidos cuidados e ferramentas certas, é possível aproveitar todos os benefícios e manter rotina das vendas organizada.

Mantenha as descrições atualizadas

Periodicamente, revise as descrições dos produtos e atualize conforme a necessidade. Também é interessante otimizá-las para os termos mais buscados, desde que eles tenham a ver com o produto em questão.

Se for vender uma sapatilha, por exemplo, é possível incluir “sapato feminino” na descrição. Assim, se um usuário busca por “sapato feminino”, pode encontrar seu produto.

Controle o estoque junto ao marketplace

A ruptura de estoque acontece quando uma venda é fechada, mas não há estoque disponível do produto. Por isso, o ideal é fazer um controle completo do estoque para manter as quantidades sempre atualizadas no marketplace.

Além disso, com o inventário e relatórios gerenciais, é possível definir o momento certo de comprar mercadorias para não perder vendas.

Interaja com os usuários na plataforma

Muitos consumidores usam as páginas de anúncio para tirar dúvidas antes de fechar a compra. Aproveitar essa interação é uma boa forma de demonstrar proatividade e começar a construir um relacionamento, além de favorecer a conversão.

Por isso, o ideal é acompanhar os comentários e os questionamentos e responder a todas as perguntas individualmente.

Invista em um sistema ERP

Usar a tecnologia a seu favor fará com que a presença no marketplace seja ainda mais vantajosa. Por isso, o ideal é escolher um sistema ERP, capaz de integrar diversos setores para centralizar a rotina de vendas.

O Tiny e o Mercado Livre são parceiros e oferecem diversos recursos para que você possa vender no marketplace e organizar tudo no ERP. Você poderá criar os anúncios, acompanhar as vendas, emitir notas fiscais, gerar relatórios, manter o estoque atualizado, separar os pedidos e muito mais. 

Veja recursos do Tiny para Mercado Livre

Conclusão

Saber como vender no Mercado Livre significa atuar em um dos principais ambientes de e-commerce do Brasil. Conhecendo os produtos mais procurados, as taxas cobradas e as boas práticas, é possível se destacar e gerar novas vendas. 

Para conquistar resultados ainda melhores, vale a pena ter o apoio de um ERP para organizar o backoffice das vendas. Com essa ferramenta, a sua gestão será muito mais qualificada e efetiva, o que leva ao crescimento no mercado.

Se você ainda não vende no Mercado Livre com o Tiny ERP, crie sua conta e aproveite 30 dias grátis mais 3 meses com 50% OFF.

Venda no Mercado Livre com o Tiny